segunda-feira, 7 de abril de 2014

Arrependimento

Algures por aqui disse que passar a ferro me tirava o stress. Que é como quem diz, eu gosto de passar a ferro. Que é como quem diz, passar a ferro para mim, funciona da mesma forma que o ioga funciona para muitas outras pessoas. Que é como quem diz, passar a ferro para mim, é como levar uma massagem relaxante. Que é como quem diz, às vezes quando abres a boca para dizer certas coisas, devias levar logo  com um martelo nos queixos. E como tal, retiro (na integra) o que disse. No tempo das vacas gordas, passava a ferro quando por alguma razão, a roupa se acumulava, e eu dava uma ajuda. Em tempos de vacas magras, a roupa está num constante acumular, e depois de uma manhã de domingo a tentar ver o fundo ao cesto, esta rainha sente-se mais em versão gata borralheira, arrependida de algum dia ter proferido semelhante afirmação. Não gosto de passar a ferro. Ponto.
 
 
 
 

4 comentários:

  1. Kórror!!!

    Beijinhos Marianos e "may the force be with you! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. the force is with me... (mostly in my arms...)

      Eliminar
  2. Dios! Que montanha russa :O Ervilha no meu "contrato" com o meu namorado deixei bem explicito que nunca na vida o iria fazer( passar roupa) lol e já lá vão 3 anos com o homem a passar a ferro muahahaha

    ResponderEliminar
  3. Ana, no meu caso só se puser os miúdos a passar a ferro! O que não me parece boa ideia. Ainda... lol... Um beijinho grande!

    ResponderEliminar