terça-feira, 28 de janeiro de 2014

O nosso reino ficou mais pobre...


O nosso reino ficou mais pobre.
Há uns dias perdemos o nosso animal de estimação. A nossa J.
Estava connosco há já dez anos. 
Sei que a princesa a adorava, mas o príncipe tinha uma verdadeira loucura por ela.  
Sabia por isso, o desgosto que ia ser num momento destes, até porque já tínhamos perdido a nossa B. há um ano atrás, precisamente.
Compreendo que quem não tem animais, não saiba avaliar o  amor e a dedicação que se pode ter por um simples cão, ou um simples gato. Compreendo que quem não tem animais, não saiba avaliar o sofrimento que é, ao vê-los partir.
A J. fazia parte da família.
Os meus filhos choraram muito a sua morte.
O meu filho foi gozado por um colega, por estar a chorar por um cão.
O meu filho foi gozado por um professor por estar a chorar por um cão.  ("se fosse por um avô ou por uma avó, até compreendia...  - disse ele).
Eu é que não compreendo. Não compreendo mesmo.

4 comentários:

  1. Nem eu! Só quem não tem nem nunca teve uma animal é que não percebe que eles são simplesmente parte da família. E parte-me o coração imaginar sequer o dia em que tb eu vou perder o meu. :((

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito dificil sim, Galopim. Um beijinho para ti.

      Eliminar
  2. Perdi um dos meus melhores companheiros há 4 anos, já mulher feita, e não tenho vergonha de dizer que chorei. E sofri, muito. Que os outros entendam ou não é problema deles, nunca ter sentido isso por um animal faria de mim uma pessoa triste. Já vi por aqui que vão adoptar outro, foi a minha decisão também, há tantos a precisar de amor e carinho e prontinhos para o retribuir... Nunca será uma substituição pois o vosso coração tem tamanho mais que suficiente para todos eles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoptámos outro, sim. É a nova coqueluche da família. Um traquina, muito amado! Um beijinho Sci !

      Eliminar