segunda-feira, 23 de março de 2015

Celebração




O miúdo fez durante dias, semanas, talvez meses, uma pesquisa exaustiva. 
Eu via-o, de volta desta pesquisa, sem perceber ainda o verdadeiro significado.
Depois da pesquisa,  e após ter seleccionado aqueles que achou mais interessantes, começou a treinar em casa. E foi quando o vi, a esbracejar para trás e para frente, a saltar de uma maneira e doutra, ou mesmo a atirar-se de joelhos no chão, que percebi. O miúdo tinha pesquisado várias celebrações de golos dos seus jogadores de eleição, e estava a escolher a forma de ele próprio celebrar um golo.
Mas não seria num qualquer. Tinha de ser um golo especial.

Este fim de semana, foi o dia.
O miúdo marcou um golo (um senhor golaço - sem falsas modéstias) e celebrou.

-mãe, tu viste o meu golo?
-vi. claro que vi. foi um bom golo.
-e viste a minha celebração?
-vi. foi gira.
-foi gira? aquilo foi mesmo à pró. Foi mesmo uma grande prózada. É a do Neymar. Queres ver?

Saca do telemóvel, e mostra-me. Vejo que foi uma cópia exacta, tirando a parte em que o Neymar após celebrar o golo, ainda dá uns passos de dança. Percebo que a pesquisa exaustiva, quiçá ao nível de uma tese, foi posta em prática de forma exemplar.

-mãe, tu sabes que quando eles celebram com um beijo aqui (dá um beijo no dedo anelar), é porque estão a dedicar o golo à sua noiva?
- noiva, ou mulher, ou namorada...sim, sei. porquê? tu não sabias?
-não. só descobri há pouco tempo...

Ainda bem que descobriu a tempo. Celebrar com um beijo no anelar  a achar que era uma grande prózada, seria vergonha para o traumatizar para o resto da vida.




8 comentários:

  1. É saudável terem ídolos, qual de nós meninas nessa idade não fazíamos as poses das novelas das manequins?
    Kis:>}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem me lembro qual era o meu ídolo, mas sei que na idade dele gostava muito de um jogador do sporting... mas não era por ele jogar bem ;);) (talvez fosse mais velha do que ele, pensando bem...)

      Eliminar
  2. Leva o papel de jogador muito a sério, o teu miúdo. Fico pasma é até a celebração do golo ter direito a ensaio, bolas!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leva a sério, demais! Quase uma doença! Beijinhos!

      Eliminar
  3. Eheheh que engraçado. Como nos em miúdas a cantar em frente ao espelho e a passar modelos :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E de lábios pintados a treinar beijinhos no espelho?

      Eliminar
  4. Quer queiras quer não, vais ter jogador!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele quer muito! Já eu... Olha, que seja feliz!

      Eliminar